A FAVELA DA ROCINHA


Conhecida como a maior favela da América Latina, a Rocinha está localizada no morro Dois Irmãos, que separa os bairros de São Conrado e Gávea. A origem do nome da Rocinha é atribuida às plantações de legumes e verduras dos primeiros moradores, que vendiam os seus produtos na cidade.

Uma das favelas mais urbanizadas do Rio de Janeiro, a Rocinha tem diversos atrativos, muito peculiares, além de sua localização privilegiada: mata verde, morros de pedra lisa, praia, e um forte sentimento de comunidade, lá as pessoas são sempre muito bem recebidas.

As suas casas são bem cuidadas e o povo muito simpático.

Lá no alto do morro a vista é São Conrado e do outro lado a Lagoa e o Morro do Corcovado, onde fica o Cristo Redentor. Quem conhece o Rio, pode afirmar ser uma das vistas mais bonitas. Quando as asas-delta estão voando então, parece um sonho. Morar na Rocinha é um privilégio.

O comércio é muito diversificado. A parte de baixo é basicamente voltada ao comércio, como a Via Ápia ou o Largo do Boiadeiro. Desde um botão de roupa até móveis, o morador não precisa sair para comprar o que precisa.

Subindo a Estrada da Gávea, estrada principal da Rocinha, aonde passam os ônibus, parece que estamos em uma cidadezinha do interior. Tão perto e tão diferente. Vale a pena ir até lá conferir.


rocinha@artes.com